Histórias de Circo Sesc São José dos Campos

Data: 13/09/2016
Horario: 19:00
Local: Avenida Adhemar de Barros, 999, Jardim São Dimas SAO JOSE DOS CAMPOS

Telefone: (12) 3904-2000 / Site: https://www.sescsp.org.br/programacao/103781_HISTORIAS+DE+CIRCO

Preço: Grátis





Relatos de quem viveu muito próximo de grandes palhaços brasileiros. Histórias da vida dentro e fora da lona do circo. Convidados: Ariel Garcia, filha de Nelson Garcia (palhaço Figurinha) e neta de Abelardo Pinto (palhaço Piolin) e Luciano Draetta, do Circo Navegador. 
Esta iniciativa do Sesc São José dos Campos apresentará um pouco do projeto “Figa, Figuinha, Figura, Figurão – Tributo ao Palhaço Figurinha” que foi premiado pelo edital do Proac de Circulação de Circo em 2015. Com essa iniciativa temos a função de estimular a manutenção da memória e a fruição do circo brasileiro por meio de: apresentações de espetáculos, publicação da biografia do palhaço Figurinha, lançamento da publicação com tarde de autógrafos, mesas de apresentação da pesquisa e bate-papo com a equipe de criação e pesquisa da biografia, e com familiares do palhaço.
Guaratinguetá e o Vale do Paraíba tem uma grande participação na história do circo brasileiro, pois foi nessa cidade que Piolin, o Rei dos palhaços, honrou a tradição que diz que “palhaço é ladrão de mulher”. Pois foi o que aconteceu: Abelardo Pinto, o Piolin, encantou-se com uma moça de “Guará”, chamada Benedita Lopes França, e com ela fugiu, o resultado foi a formação de mais uma família circense. A filha de Piolin, Ayola Pinto, casou-se com Nelson Garcia, o palhaço Figurinha, o qual foi motivo do nosso projeto e tem a sua biografia impressa em uma luxuosa publicação.
 
A Atualidade
As possibilidades de trazer as memórias do circo e refletir sobre a sua trajetória estão muito próximas e possíveis. Nesse momento estamos fazendo parcerias com instituições interessadas nessa preservação da história do circo para criarmos situações de difusão da publicação (biografia do palhaço Figurinha), bem como, receber o público para ouvir as histórias de quem viveu muito próximo de alguns dos maiores palhaços brasileiros: a senhora Ariel Garcia Fernandes Reis, filha de Nelson Garcia (palhaço Figurinha) e neta de Abelardo Pinto (palhaço Piolin). Caso haja interesse soma-se a essa programação a apresentação do espetáculo “Cirquim do Serafim” do Circo Navegador.
Essa ação pode se dar em forma mesa de debates ou bate-papo informal com a presença de Ariel Garcia, falando sobre a biografia do seu pai (Nelson Garcia, o palhaço Figurinha) e as suas memórias, vale lembrar que ela passou a infância muito próxima do palhaço Piolin (seu avô), no auge da carreira como palhaço e empreendedor de circo, além de estar em contato com a intelectualidade paulistana e grandes artistas. Para acompanhá-la e engrossar o caldo das memórias e reflexões a cerca da arte circense e suas formas expressivas compõe a mesa o palhaço Surubim, também conhecido como Luciano Draetta, que atua na palhaçaria desde 1995 e é pesquisador que já publicou diversos trabalhos e artigos sobre as narrativas no circo e a memória dos palhaços.
Além da possibilidade do bate papo o Circo Navegador oferece uma apresentação do espetáculo Cirquim do Serafim para complementar a atividade de uma forma lúdica.  É também o criador do circo-exposição “Palhaços de Todos os Tempos”.
 
A Publicação
A pesquisa “Palhaços de Todos os Tempos” que já se materializou em um circo-exposição com banners de 2x2 metros montados em forma de “Pano de Roda”, ou circo “Tomara que não chova”, agora parte para um desdobramento que será uma série de publicações das biografias dos principais palhaços brasileiros do século XX. Começamos a empreitada com “Nelson Garcia, o palhaço Figurinha, essa figura curiosa pedalava a menor bicicleta do mundo e dava tropeços que tiravam gargalhadas do público.
A publicação tem 8 paginas, impressas em quatro cores, em papel couchê 220 gramas, com fotos raríssimas do acervo familiar e ilustrações que ampliam o gosto pela leitura.
 
A Memória
Qual é a necessidade da reconstrução e manutenção da memória de um palhaço?  “Talvez relembrar ou ser o palhaço nos amplie as possibilidades de sermos humanos. Essa biografia é um tributo a Nelson Garcia, ao ser palhaço e ao circo. Tal publicação também tem a função de descentralizar suas histórias, religando Figurinha, o Palhaço e o Circo ao interior, em especial a Guaratinguetá e ao Vale do Paraíba. Sendo também, um convite ao espectador/leitor para que – provocado pelo Circo Navegador – descubra um novo olhar sobre sua realidade e sobre si mesmo.” Destaca Diego Galdino, que também é historiador e co-autor da pesquisa que deu origem a publicação.
 

 

© 2015 Circo Navegador. Todos Direitos Reservados.