Espaço Circo Navegador - NA RUA!

Data: 09/12/2018
Horario: 16:00
Local: Rua Prefeito Mansueto Pierotti, 826

Telefone: 12 3892-2589

Preço: Grátis





A Rua da Cultura e Lazer de dezembro será nesse domingo, dia 09 a partir das 16h, e toda a população será convidada a participar do evento cheio de arte, alegria e solidariedade, que tomarão conta da Rua Mansueto Pierotti em frente ao Espaço Cultural Circo Navegador. O palco será montado do lado de fora e as atividades artísticas serão gratuitas, é importante lembrar que as contribuições voluntárias, no chapéu, serão muito bem vindas. Tem também a cantina com pipoca, suco, água, paçoca cerveja, pão com tomate e tortilla, além das barracas de artes, artesanato e verduras orgânicas, um projeto de economia solidária e valorização dos artistas e produtores locais.
            A programação artística começa às 16h com o teatro de bonecos “Mamulengo de si mesmo”, as 17h a cantora Yamiel Ananda Linares nos encanta com suas músicas autorais, as 17h30 Silvia Lucarini com a performance “Mulheres Medicina”, 18h é hora de música brasileira com o grupo “Entre Nós” e fechando a programação com chave de ouro, teremos o espetáculo de teatro de rua, premiado pelo PROAC, “Relampião” com a Cia do Miolo às 19h.
            A feira de economia solidária terá alimentos orgânicos fresquinhos e com muito amor do Sítio Abra de Dentro cultiva, artesanato do Mucunã, cadernos artesanais de bolso da Verde Maria e Xilogravura de Rafael Cão e Catarina.
A iniciativa é protagonizada por um grande número de pessoas e instituições que se dedicam a reorganizar o mundo a partir de pequenas ações com o objetivo de poetizar o espaço público, transformar a rua e o bairro num lugar mais agradável, envolver a comunidade, fortalecer a rede de economia solidária, aproximar o público das artes e das iniciativas sustentáveis. As edições anteriores, em agosto e setembro, atraíram um público médio de 500 pessoas por dia na rua que confirmaram o sucesso do projeto.
 
Quanto Custa?
Toda a programação terá acesso livre à todas e todos os interessados. Mas temos a obrigação de provocar o público com a seguinte questão: O quê você faz quando uma coisa não tem preço e nem é de graça? Pois a resposta é simples, as pessoas terão a oportunidade de fazer contribuições voluntárias. Após cada apresentação passaremos o chapéu dando a chance de valorização da arte e participação de cada indivíduo na manutenção do projeto. Na cantina serão oferecidos: pipoca, suco, cerveja, água, bolo, paçoca, pão com tomate e tortilla Nessa rede de solidariedade todos ganham, a comunidade se conhece melhor, troca sorrisos e experiência e o espaço mostra seu propósito.

SERVIÇO
DATA: 09/12/2018 (domingo)
16h     apresentação do espetáculo “Tempo de Brincar” com Mamulengo de Si Mesmo
17h     música com Yamiel Ananda Linares
17h30 performance dança-teatro “Mulheres Medicina” com Silvia Lucarini
18h     música brasileira com o grupo “Entre Nós”
19h     apresentação do espetáculo de teatro de rua “Relampião” com a Cia do Miolo
LOCAL: Espaço Cultural Circo Navegador
ENDEREÇO: R. Prefeito Mansueto Pierotti, 826 - Vila Amélia - São Sebastião
TELEFONE: 3892-2589

 
“Tempo de Brincar” – Mamulengo de Si Mesmo
 
Durval Alexandre de Oliveira, caiçara do Litoral Norte é um contador de estórias que nos leva a um universo de brinquedos e brincadeiras, mostrando que a mais alta tecnologia pode ser conviver e treinar brincadeiras, aquelas do tempo de nossas avós como a amarelinha, bola de gude e mesmo pular corda.
Afinal para que passamos a vida correndo atrás das “novidades”? Qual o motivo de querer tanto presentear, ao invés de dar a presença? Que tempo é esse que nos espera? É tempo de se olhar... é tempo de respirar... É tempo de gargalhar... É tempo de Brincar...
 
Yamiel Ananda Linares
 
A cantora Yamiel Ananda Linares se propõe a tocar uma série de músicas autorais com uma breve explicação do que a inspirou ou, que lembrança a mesma lhe remete.
 
Mulheres Medicina
 
Mulheres medicina é inspirada livremente nos poemas de Hilda Hilst. Esse projeto está em processo de criação e pesquisa sobre a vida de algumas mulheres artistas, curandeiras e magas. Uma das mulheres medicina é Maya, uma contadora de histórias, que narra alguns episódios dos seus encontros com mulheres artistas e curandeiras, nas suas viagens pelo Brasil. A criação e atuação é de Silvia Lucarini, que também assina a direção. O público se emociona com as histórias das mulheres medicina e experimenta variadas sensações através do teatro-dança, onde o corpo é poesia.
 
Entre Nós
 
O grupo Entre Nós foi formado no ano de 2017 com a intenção de participar de uma apresentação no Sertão da Bahia, no 11º Encontro de Violões do Povoado Mocó, no município de Ribeira do Pombal, evento que ocorre anualmente em janeiro. Com um repertório formado por músicas brasileiras, o grupo passeia por ritmos e estilos que vai do baião, xote, xaxado, até o samba e a balada. É uma viagem cultural pelo universo rural e urbano no Brasil, mostrando o quanto é grande a diversidade musical brasileira.
 
Relampião
 
A Cia. do Miolo e a Cia Paulicea nesse espetáculo revisitam as histórias de Lampião – O Mito do Cangaço para aproximá-las das questões cotidianas de nosso tempo. O que há em comum entre a luta do cangaço e as lutas pela vida na contemporaneidade? Os grupos apostam, pois, em uma caatinga de concreto, em múltiplos Lampiões e Marias Bonitas revelados na dramaturgia deste espetáculo.
Ele tem como foco ocupar o espaço público artisticamente, ressignificando o fluxo cotidiano e colocando o cidadão em relação ativa com a obra teatral. A peça parte do mito de Lampião para revelar os múltiplos Lampiões que cruzamos diariamente em nossas cidades, gente comum que luta para sobreviver em meio a tantas desigualdades.
O mito do cangaço no qual a peça Relampião se inspirou revela muitos traços da cultura e da própria história do Brasil. A linguagem do espetáculo, dramaturgia, figurinos, músicas foram criadas a partir de uma pesquisa voltada para a Cultura Popular Brasileira: o cavalo marinho, o samba, as carrancas de São Francisco, os tipos populares do Brasil. “Acreditamos que sua apresentação proporciona uma oportunidade singular para que nossa cultura seja apresentada, discutida e experimentada” diz o diretor do espetáculo Alexandre Kavanji.
 
 

© 2015 Circo Navegador. Todos Direitos Reservados.