(12) 2101-8249 (12) 98173-4402
(12) 2101-8249
(12) 98173-4402
Rua Prefeito Mansueto Pierotti, 826 - Vila Amélia
São Sebastião - SP

O RISO

A oficina pretende provocar nos participantes (jovens atores, palhaços, circenses entre outros) o interesse pela pesquisa do palhaço de circo, sua história e suas práticas. Com esse encontro pretendemos compartilhar técnicas de: consciência corporal, jogos de palhaço, gestualidade para picadeiro e rua e construção de personagem. 

A origem dos conteúdos da oficina são vivências práticas e aprendizados teóricos de: escola de circo tradicional, matriz brasileira dos palhaços, Commedia Dell’Arte, contato e improvisação, dança contemporânea e yoga.


A oficina provoca nos participantes o interesse pelo palhaço de circo, sua história e suas práticas, compartilhando técnicas de: consciência corporal, jogos de palhaço, gestualidade para picadeiro e rua e construção de personagem.

A prática do palhaço não se resume a repetição das “velhas e boas” fórmulas, mas acima de tudo, nos possibilita uma pesquisa profunda a cerca da sua capacidade de transgressão e sua função de denúncia diante dos absurdos da existência.

O palhaço tem duas funções impreteríveis: denúncia e aceite. Apresentando-se de forma poética ele denúncia algumas questões que induzem o expectador a identificar suas inquietações, e por meio do riso possibilita o entendimento e em seguida o aceite da condição humana.

FACILITADOR

O facilitador Luciano Draetta – Palhaço, Ator e Pesquisador, Mestre da Cultura Popular reconhecido pelo Ministério da Cultura, em 2017, na edição Leandro Gomes de Barros do prêmio Culturas Populares. Graduou-se em letras pela FASS – Faculdades São Sebastião e atua profissionalmente como artista circense, palhaço e ator desde 1992. Além de artista e ativista da cultura, também desempenha funções de produtor, curador e diretor artístico. Sua formação artística é bem diversificada e passa pelo circo, teatro, música, dança, letras e yoga. Formou-se na Escola Paulista de Circo (1995 à 1997),  Circo Escola Picadeiro (1996 à 1998), e Oficinas Culturais Mário de Andrade e Mazzaroppi (1995 à 2002), com profissionais de altíssimo nível. Concluiu a formação acadêmica no curso de letras em 2010, com a pesquisa “A comunicação no espetáculo de circo” que é um estudo sobre as formas narrativas e dramatúrgicas dos espetáculos circenses, que resultou em diversos artigos publicados em sites e revistas especializados.

Atuou com renomados grupos como Parlapatões, Sobrevento e Farândola Troupe entre os anos de 1995 e 1998.

Fundou, junto com alguns amigos, o grupo Circo Navegador, na cidade de São Paulo, no ano de 1997, e dedicou-se a pesquisa cênica, montagem, produção e circulação de diversos espetáculos. Atualmente a sede do grupo é o Espaço Cultural Circo Navegador situado na cidade de São Sebastião, Litoral Norte do Estado de São Paulo.

Como Palhaço “Surubim” realizou turnê pela América do Sul: Mar Del Plata, Córdoba, El Brete e Buenos Aires, na Argentina e Santiago, Valparaiso e San Pedro de Atacama, no Chile. Atua sob direção de artistas de renome como Roberto Rosa, Mario Fernando Bolognesi, Andreia de Almeida, entre outros.

Atua como roteirista, produtor, apresentador e mediador da web série “Lab Ideias – Discussões Horizontais”, dirigida por Paulo Alberton, disponível no Youtube. Essa iniciativa foi premiada pelo PROAC e Edital de Emenda Parlamentar da deputada Estadual Marina Helou. Em parceria com a Banda Larga Filmes e o Instituto de Memória Brasil Vivo, foi roteirista e apresentador da web-serie “Tem Sim Senhor” premiado pelo Proac Audiovisual em 2017.

Como dramaturgo criou 10 espetáculos de teatro e circo, destacando “Cartas” e “Notícia pra Embrulhar Peixe”, ambos premiados pelo Proac em 2013 e 2014.

Foi reconhecido pelos prêmios: Programa de Fomento ao Teatro para a Cidade de São Paulo (2004), Funarte Carequinha de Estímulo ao Circo (2005 e 2007), Proac – Montagem de Espetáculo Circense (2007), Funarte de Ocupação do Teatro Eugênio Kusnet (2010), Proac – Apoio a Projetos de Festivais de Artes (2011, 2013, 2014, 2016 e 2017), Proac – Montagem de Espetáculo de Teatro (2012 e 2013), Funarte Artes na Rua (2013), Proac – Circulação de Espetáculos de Artes Cênicas para Rua (2014), Proac – Circulação de Espetáculos de Circo (2015), Proac – Território das Artes (2016, 2018 e 2019), Proac – Audiovisual (2017), Mestre da Cultura Popular Leandro Gomes de Barros do Ministério da Cultura (2017), Mestre da Cultura Popular Selma do Coco do Ministério da Cultura (2018), Funarte – Doação de Equipamento de Iluminação (2018), Ponto de Cultura (2018) e Iberescena Festivais (2018). Além de contar com o patrocínio Petrobras em 2007, 2010 e 2013.

Cronograma:

Aula 1 – módulo JOGO - 3 horas

* Conhecimento e integração dos participantes

* Jogos de cooperação e atenção

*Composição de um painel a partir das imagens e informações dos participantes em relação ao circo e ao palhaço

*Panorama histórico do palhaço

*Jogos de atenção com técnicas de malabarismo

*Jogos percepção de intensidade e dinâmica aplicados a prática de palhaço

*Triangulação

Aula 2 – módulo GESTUAL - 3 horas

* Treinamento de consciência corporal

* Treinamento de precisão corporal

* Treinamento de clacs e cascatas

* Experiência com cenas clássicas de circo

* Exerício de máscara neutra*

* Reflexão sobre a construção do personagem: corpo, voz e lógica

* Posicionamento de picadeiro e triangulação


Aula 3 – módulo ESPACIAL - 3 horas

* Treinamento de consciência corporal

* Jogos de percepção e potencialização da energia vital do participante

* Treinamento de ocupação do espaço e precisão corporal

* Pesquisa do gestual do palhaço

* Reflexão sobre a construção do personagem: corpo, voz e lógica

Aula 4 – módulo CONSTRUÇÃO FÍSICA - 3 horas

* Pesquisa de maquiagem

*Pesquisa de figurinos

*Pesquisa de objetos

*Treinamento do uso de maquiagem, figurinos e objetos

* Experiência com cenas clássicas de circo

* Treinamento de clacs e cascatas

Aula 5 – módulo PÚBLICO - 3 horas

* Reflexão a cerca do público e privado

* Criação do ambiente de encantamento

* A necessidade do público

* A participação do público

* O protagonismo do público

*Avaliação das atividades

CARGA HORÁRIA:

Carga horária: 15 horas

Duração do projeto: 5 dias (pode ser aplicado de forma compacta em menos dias, mantendo a mesma carga horária)

PÚBLICO-ALVO:

Palhaços, circenses, atores, bailarinos e outros artistas que já tenham passado por processos de iniciação artística.

Idade superior a 14 anos.

FORMA DE SELEÇÃO:

Avaliação de currículo e classificação pela maior experiência, medida pela quantidade de cursos, oficinas e espetáculos realizados pelo candidato, dando maior ênfase para as atividades de estudo e profissionais e relacionadas ao palhaço e ao circo.

RECURSOS MATERIAIS:

Sala de 10 x 10 metros, arejada e bem iluminada com piso liso, plano e limpo que possibilite exercícios de contato com o solo, banheiro, bebedouro, equipamento de som portátil.

AVALIAÇÃO:

Caso haja interesse por parte do contratante pode-se fazer a avaliação tanto do aproveitamento dos alunos quanto da performance do mediador.

Os alunos serão avaliados pelo aproveitamento individual e participação nas aulas.

A oficina pode ser avaliada pelos alunos por meio de questionário (a ser elaborado) quantitativo e qualitativo referente aos quesitos: conteúdo, didática e aplicabilidade do conteúdo.

PROPOSTA DE INVESTIMENTO

R$5.000,00 para cidade com distancia até 500 km da cidade de São Sebastião – SP.

Neste valor estão inclusas as despesas de alimentação.

Neste valor NÃO estão inclusas as despesas de transporte e hospedagem.

DADOS PARA CONTRATO

Luar Produções Artísticas LTDA-ME

CNPJ 12.517.727/0001-20

R. Mansueto Pierotti, 826

São Sebastião – SP

11.609-003